Zimbabwe

Noutro dia eu fui parar em Harare, Zimbabwe. De dentro do ônibus que nos levava do hotel até o aeroporto, eu observava as pessoas que pelas ruas e calçadas andavam. Harare é uma cidade que já passou por muitos conflitos, e isto reflete nas pessoas que por ali vivem. Mesmo entretida com a vista, eu ainda ouvia a algumas conversas dos meus colegas comissários que estavam no ônibus, talvez pouco atentos à realidade que os rodeavam. Alguns reclamavam de seus voos, outros do hotel, o qual não estava nos padrões que eles consideravam aceitáveis para um comissário de bordo de tal companhia aérea, na qual eu trabalho. Algumas meninas comentavam sobre maquiagem, cor de cabelo e assim por diante. Eu decidi focar na rua, e naquele momento comecei a fazer uma prece.

Há algum tempo atrás li um livro chamado “The Magic”, da autora Rhonda Byrne. A mesma que escreveu o então “bestseller”, ” O segredo”. Um livro de auto ajuda, ou para muitos, de muita ajuda. Basicamente ele te ensina a sermos gratos pelo que temos. Portanto, nos dá dicas ou exercícios para praticarmos a gratitude. Uma das tarefas sugerida pelo autor seria fazer uma lista diária de dez coisas pelas quais somos gratos em tê-las. E, foi então que dentro daquele ônibus, cruzando Harare que eu comecei a fazer a minha lista do dia.

1. Sou grata pela minha família;

2. Sou grata por ter a profissão que tenho;

3. Sou grata por poder viajar tanto;

4. Sou grata pela água limpa que bebo;

5. Sou grata por morar em Dubai;

6. Sou grata pelos amigos que me rodeiam (que são poucos, mas verdadeiros);

7. Sou grata de ter minha sobrinha morando em Dubai, a Tamara. Assim eu posso sentir um pouco do calor da família pertinho de mim.

8. Sou grata pelo namorado que tenho;

9. Sou grata por ter dinheiro na minha conta bancaria;

10. Sou grata pelo carro que tenho, que chamo de filha, a Mia.

Enfim, esses foram os pensamentos daquele momento. Pois o livro nos motiva a fazer esse exercício diariamente. Desta forma, muitos são os agradecimentos, de pequenas a grandes coisas.

 Mãe carregando bebe

 E, ao ver essas mães carregando seus bebês nas costas e mantimentos na cabeça, me ocorreu o seguinte questionamento: ” Se essa senhora (da foto) tivesse que fazer uma lista, como sugere o livro, o que será que ela incluiria nesta lista?”

Sejamos gratos!

Fica a dica! Bom final de semana para todos.

xxx

Débora

Anúncios

16 thoughts on “Zimbabwe

  1. Jacqueline Christino Abreu diz:

    Querida Débora, adorei o que você escreveu!!! Parabéns tenho certeza que será um sucesso o seu blog e com certeza vou adorar ler as suas aventuras.
    Bjos Jacque

  2. Que delícia ler este relato! Começando um blog com pé direito, compartilhando coisas do coração! Já deu certo… Amanhã meu blog completa quatro anos, e começou assim também…parabéns e muitas postagens… Bjs

  3. claudia giovannini diz:

    Boa! Tem gente que passa pela vida e não observa. Já vi que não é o teu caso…parabéns! Belo texto e linda mensagem! bj

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s