O Baobá

Minha sobrinha Tamara era uma figura quando criança. Tenho muitas lembranças de quando ela era pequena, mas uma das mais marcantes era seu hábito de abraçar árvores.

Era “batata”, se fôssemos na padaria, e a Tamara avistasse uma árvore que ela considerasse bonita, lá ia ela correndo abraçar a árvore e dizia: “como você é bonitinha”. Ela tinha uma paixão maior por arvorezinhas cujo tronco fosse lisinho, com pouca casca. Não sei o porque da preferência, mas, gosto não se discute.

Esta semana, no Senegal, não me aguentei. Quando avistei um baobá, pedi para o motorista parar, pois eu precisava abraçar aquela árvore linda.

securedownload-22

Abracei e dei beijos e disse que era bonita. Precisa deixar dito o quanto aquela árvore é linda.

O baobá é a árvore nacional do Senegal. Também é encontrada em outros lugares do mundo, como na Austrália, por exemplo. Ela chega a crescer até 30 metros de altura. Pode ser chamada da árvore da vida, ou árvore de cabeça para baixo, já que seus galhos esparramados lembram raízes.

Ela é simplesmente magnífica e  imponente. Impossível não correr aos braços da árvore da vida.

securedownload-18

o nome científico é Adansonia.

securedownload-19

A árvore da vida armazena até 100.000 litros de água.

As crianças possuem uma sensibilidade única. Espero nunca perder a que mora dentro de mim.

Senegal

Essa semana tive a oportunidade de operar um voo para Dakar, no Senegal. Juntamente com mais dois membros da tripulação. Pegamos a estrada e fomos parar em Saly, que fica mais ou menos a 70 km da capital.

Saly é conhecida por suas praias relativamente bonitas e por seus coqueiros. Passamos uma tarde super agradável por lá. Sol, sombra e cerveja “fresca”. Mas, na hora de levantar o acampamento, um dos meus colegas sugeriu que fôssemos até um porto perto dali, pois ele gostaria de tirar fotos de barcos.

Nosso motorista, que só falava francês, entendeu o pedido. E, lá fomos nós para uma mais uma experiência inesquecível para mim.

Horas antes de iniciar a viagem de Dakar para Saly, uma amiga me perguntou se a cidade era bonita. Fiquei pensando.Beleza, o que define beleza? Quem é o que  diz que algo é belo, quais são os critérios que definem a beleza?

O taxi, que aliás estava caindo aos pedaços, acho que só rodava ainda por insistência do dono, pois aquele era o ganha pão dele. No caminho vi cenas impressionantes, como uma senhora puxando água de um poço. Água encanada? Acho que não era possível por aqueles vilarejos. Ao parar no tal porto de Mbour, entrei em choque. Não sabia para que lado olhar,e então lembrei da pergunta: Esse lugar é belo?

securedownload-2

Mercado de Mbour

securedownload

Loja de bijuterias, vassouras, frutas e legumes. Tudo nessa organização desorganizada.

securedownload-4

Um mercado de peixe, mas também um centro comercial, de muitas compras e vendas.

securedownload-3

Alface fresca

securedownload-5

Peixe fresco. Uma agilidade para limpar as escamas dos peixes. Inacreditável.

securedownload-6

O peixe que chega do mar, logo vira almoço para os que por ali passam. O chef estava muito ocupado!

securedownload-13

Meio de transporte bem popular pelos vilarejos.

securedownload-12

As cores nas roupas chamam a atenção.

securedownload-16

Os pequenos bebes, carregados nas costas de suas mães, não pareciam nem um pouco assustados com a agitação do local.


E, um dos meus colegas comentou: “Tu percebeste como as nossas roupas são feias? Camisa branca e shorts? Olhe a tua volta, essas mulheres todas estão usando vestidos e túnicas tão coloridos. Quanta criatividade e beleza nas vestimentas delas.”

Era verdade, e foi então que eu percebi a beleza de Mbour, que dentre tantas precariedades de recursos, não lhe faltava cores.

 

 

Os bares mais criativos ao redor do mundo

Adorei as dicas dos bares! Principalmente por mencionarem do de Bab Al Shams aqui dos Emirados! Fui e recomendo! Parabens pelo blog!
Débora

Viaje-se

Bares são verdadeiros santuários para todo viajante. Ponto de encontro preferido na hora do lazer para jovens e adultos – viajantes ou não, tomar umas sem compromisso está entre as melhores formas de paquerar e fazer amizade com pessoas locais ou turistas que também buscam diversão. Mesmo para aqueles que não bebem álcool, sentar numa mesa de bar é sempre sinônimo de diversão, principalmente quando o lugar oferece mais do que bons drinks.

Por isso, listamos alguns bares criativos que fogem do padrão e são paradas obrigatórias para quem busca curtir bons momentos enquanto viaja.

1. Northern Lights Bar, Islândiaauroraaurora1

Localizado, literalmente, no meio do nada, esse bar é uma ótima escolha para observar a Aurora Boreal ou simplesmente curtir a paisagem ao redor, que inclui um vulcão.

2. Monkey Bar, Berlin, Alemanhaberlinberlin1

O nome deste bar não é à toa. Localizado de frente para o…

View original post mais 590 palavras

O nascer da Terra

“Não é da luz do sol que carecemos. Milenarmente a grande estrela iluminou a terra e, afinal, nós pouco aprendermos a ver. O mundo necessita ser visto sob outra luz: a luz do luar, essa claridade que cai com respeito e delicadeza. Só o luar revela o lado feminino dos seres. Só a lua revela intimidade da nossa morada terrestre. Necessitamos não do nascer do Sol. Carecemos do nascer da Terra.”

Mia Couto, é um biólogo e escritor moçambicano.

O luar. Dubai 2014

O luar. Dubai 2014

Dubai 2014

Dubai 2014

Veneza

Certa vez um amigo do Facebook postou o seguinte comentário em uma de minhas fotos de viagem: “Débora, tu és como o Marco Polo da atualidade”. Gente, fiquei super lisonjeada, que elogio, hein?! Mas, eu não sabia muito sobre o Marco Polo. Portanto, fui fazer uma pesquisa básica no Google, para entender um pouco a comparação.

Marco Polo foi um grande viajante italiano, era mercador, embaixador e explorador. Nasceu em 1254 e viveu até 1324. Foi um dos primeiros ocidentais a percorrer a Rota da Seda. (wikipedia)

Rota da Seda

Rota da Seda – imagem retirada da wikipedia.

 

Marco Polo passou boa parte de sua vida viajando e explorando novos lugares. Escreveu livros sobre o assunto, que inclusive inspiraram Cristóvão Colombo.

“Ainda existem dúvidas quanto a se Marco Polo fez tudo o que alegou ou se simplesmente narrou histórias que ouviu de outros viajantes. Mas, quaisquer que tenham sido as fontes de A Descrição do Mundo, de Marco Polo, os eruditos reconhecem sua importância. “Nunca antes ou desde então…” , diz um historiador, “…um homem forneceu tão imensa quantidade de novos conhecimentos geográficos ao Ocidente.”

O livro de Marco Polo, Il Milione ou As Viagens, é um testemunho da fascinação do homem por viagens, novas paisagens e terras distantes.”(wikipedia)

Tá aí! Essa última parte do parágrafo anterior. Talvez o que faz a comparação tornar-se válida com Marco Polo, pois eu simplesmente sou fascinada por viagens, por novas paisagens e terras distantes.

E o melhor de tudo, Marco Polo era de Veneza! A bela Veneza.  Como não amar e se sentir inspirado em Veneza? Eu tive o privilégio de visitar essa cidade fascinante algumas vezes. Acho que pude entender melhor o nosso amigo explorador.

securedownload

As ruas alagadas.

securedownload-2

Tenho certeza que os corações ficam mais apaixonados em Veneza.

securedownload-6

Enquanto estiver por lá, recomendo dar uma de Marco Polo. Saia sem rumo, com o seu instinto explorador. Perca-se e tenho certeza que encontrarás belezas raras.

securedownload-5

E o que dizer das cores? Das luminárias? Quanta beleza em um lugar só.

securedownload-10

Construções antiquíssimas. Não existe uma data específica de quando Veneza foi “descoberta”. Mas há registros que tenha começado a crescer a partir do século V.

securedownload-7

Há beleza a qualquer hora. A noite, misteriosa, revela mais encantos.

securedownload-13

Pontes por todos os lados, que interligam os canais.

securedownload-18

Que tal comprar uns souvenirs?

securedownload-20

Passeio de Gondola é obrigatório.

 

Veneza também já foi cenário de conflitos. E, talvez por isso, que Marco Polo tenha ganho a estrada. Mas acabou voltando. Quem não voltaria? Obviamente que não incluí muitas outras fotos de lugares maravilhosos da cidade, como a ponte Rialto, a Praça São Marcos e assim por diante. Até porque devo ter mais de 600 fotos do lugar. (risos). Agora vocês tem que ir lá para descobrir o resto.

A figura abaixo mostra a rota que Marco Polo cursou. Um desbravador de novas terras. E, se estiverem em Veneza, não deixem de visitar a Igreja de São Lorenzo, onde está enterrado esse grande historiador, Marco Polo.

640px-Chiesa_di_San_Lorenzo

Igreja de São Lorenzo, onde Marco Polo foi enterrado. O prédio foi reconstruído em 1592, e encontra-se neste estado atualmente. Vale a pena conferir.

 

640px-Travels_of_Marco_Polo

Essa foi a trajetória de Marco Polo.

Sinto-me privilegiada pela oportunidade de ter conhecido outros lugares por onde Marco Polo andou. E mais sortuda ainda, por ter feito todo o trajeto de avião. Porque cá entre nós, viajar nos anos de 1300 era bem diferente do que viajar nos dias de hoje. Avião tem eletricidade, banheiro, cobertinhas, ar condicionado, wifi…..